Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ONDE VAI O GATO?

NOVOS TEXTOS AOS FINS-DE-SEMANA

ONDE VAI O GATO?

NOVOS TEXTOS AOS FINS-DE-SEMANA

25 de Abril #2

As comemorações do 25 de Abril da Câmara de Lisboa, organizadas em parceria com a EGEAC e o Turismo de Lisboa, agendadas para a noite de 24 de Abril no Terreiro do Paço foram um espectáculo que deixou muito a desejar, na minha mais sincera opinião.













O melhor de tudo foi o vídeo mapping produzido pelo OCUBO.com como já vos falei e mostrei no post anterior. A verdade é que a organização ficou muito aquém das expectativas.

Eu fui com grande vontade de ver o filme e o espectáculo pirotécnico, não tanto o concerto. Mas assim que cheguei, vi que o fogo era só pela 1h05 fiquei um bocado desapontado porque não havia necessidade de ser exibido tão tarde. Só que o pior estava ainda por vir... Era 1h certinha e quando chegou a hora do fogo, cinco minutos depois, NADA. Só se ouvia a música em palco e eles não paravam de chamar mais convidados. Parecia que não havia maneira de acabar e o fogo não começava. Era 1h45 e ainda nada. Acabei por me vir embora, mas ainda vi um bocado e foi giro. Mas não se admite mais de 40 minutos de atraso e depois dizerem isto no site da Câmara Municipal: "Já perto das 1h30, enquanto todos entoavam a emblemática Grândola Vila Morena e ao som de um estridente e repetido “vitória”, os céus de Lisboa iluminaram-se com uma apoteótica “chuva de cravos” lançada a partir de vários pontos do Terreiro do Paço e do rio Tejo."

Também a logística foi péssima. Se o fogo-de-artifício só começava a 1h05, o regresso a casa das largas centenas de pessoas que se deslocaram até ao centro de Lisboa principalmente de metro, não podia ser feito da mesma forma. À uma da manhã o metro encerrava como normalmente e não havia também mais autocarros para além dos das normais carreiras nocturnas. Podia muito bem ter havido uma negociação entre a a câmara e o metropolitano de Lisboa ou a Carris. Para terminar queria só dizer que o concerto também não foi tão bom quanto o que tinha sido publicitado. É que de músicas alusivas ao período da revolução dos cravos, pouco se ouviu... Mas houve algumas giras. Deixo os vídeos que gravei para verem.
O evento em si foi, no geral, mal organizado. Podia ter sido muito melhor tendo em conta a qualidade do vídeo inicial e do que me pareceu do início do espectáculo pirotécnico.

Até breve!
GATO